• Flavia Kury - Interiores Corporativos

Usando a Luz a favor da sua empresa!

Atualizado: 5 de Ago de 2020

Você sabia que a iluminação adequada aumenta o rendimento do nosso trabalho?

E que o contrário também ocorre? A má iluminação leva a baixa produtividade e stress. E que o uso de produtos adequados trazem economia e retornos financeiros positivos á sua empresa? Olha só quantos resultados podemos obter da luz!


Sistemas de iluminação que simulam nosso Ciclo Circadiano


No meu trabalho, o que mais busco é proporcionar aos meus clientes e a todo o seu time, a oportunidade de atingir qualidade de vida durante o tempo em trabalho! E acredito sim, que quanto maior o bem estar proporcionado pela empresa, maior será o retorno de produção positiva de seus funcionários.

Seguindo essa premissa e para alcançar esse objetivo, a iluminação é um dos fatores mais importantes a ser trabalhado num projeto corporativo.

Veja que, a maior parte dos trabalhadores passam cerca de 8 horas por dia no trabalho e um dos maiores desafios é manter a produtividade em flow por todo esse tempo. Uma das variáveis que pode determinar o sucesso ou o fracasso dessa tarefa é a luz do ambiente.

É comprovado cientificamente que um ambiente com más condições de iluminação diminui o nível de cortisol, um hormônio responsável pela sensação de prazer e bem-estar. Dessa forma, um espaço escuro deixa as pessoas desanimadas, sem foco e com baixa atenção aos detalhes. Além disso, com a iluminação fraca as chances de cometer algum erro por causa da baixa visibilidade aumentam.

Já em locais iluminados excessivamente, é comum que as pessoas sintam dores de cabeça e ardência nos olhos.

Para atingirmos a melhor performance da luz em projetos corporativos, além de seguir normas legais de iluminação mínima e máxima, nós levamos em consideração, principalmente, a atividade exercida por cada pessoa dentro da empresa! (Se não for possível, separamos por atividade de cada setor).

Assim, separei para você 5 dicas de iluminação que garantem o aumento de produtividade.

Mas, antes delas, mantenha em mente a DICA MESTRA, que direciona todas as outras, e que norteia todas as minhas decisões projetuais: Ilumine cada setor da sua empresa pensando na ATIVIDADE ali exercida (se possível, pensando na atividade individual de cada pessoa). Se você cuidar desse fator, será muuuuito difícil de você errar na iluminação.


1. Ilumine de maneira uniforme


Ambiente bem iluminado não quer dizer ambiente cheio de luz. Pelo contrário! Luz em excesso atrapalha a produtividade e pode causar mal estar e fadiga.

A luz difusa (ou luz indireta) ajuda a distribuir a luz de uma forma mais homogênea no local de trabalho. Assim evitam-se pontos escuros que se transformam em lugares ruins para trabalhar e também áreas de luminosidade mais forte que a necessária. A menor variação de intensidade de um ponto para outro também traz mais conforto aos olhos, que não precisam ficar se adaptando a diferentes intensidades frequentemente.


Caso seja exercida alguma atividade que necessite de uma luz focada e mais forte o ideal é utilizar luminárias focadas e individualizadas que proporcionem uma iluminação direta apenas no local.




2. Temperatura de cor


Eu costumo mesclar muito os tipos de luz e suas temperaturas. Dificilmente utilizo apenas uma temperatura isolada. A mistura da luz “quente – mais amalerinha”, “neutra” e “fria – mais branca”, nas proporções corretas, atinge muito bem o nível de luz adequado para se estimular estados físicos desejados.


Por exemplo, nas áreas de estações de trabalho e escritórios, para alcançar estados de alerta utilizo 80% de luz fria (4.000Kelvins) e 20% de luz quente/neutra (2.700Kelvins a 3.000Kelvis). Essa é a melhor escolha para locais de trabalho mais intenso e focado. Já em salas de reuniões e conferências, onde se quer proporcionar calma, conciliações e entendimentos a escolha da iluminação pode ser mais suave, como luz quente ou neutra em 80% e luz fria em 20%, além de uso de dimers para permitir a redução e direcionamento das luzes durante apresentações em telas, etc.


3. Cuidado com o brilho excessivo


Uma boa visibilidade é importante para o desempenho no trabalho, mas o brilho excessivo causado por lâmpadas muito fortes pode ser prejudicial e até mesmo reduzir a produtividade, pois causa desconforto e aumenta o estresse.


Utilize lâmpadas com intensidade luminosa suficiente, mas sem exageros, cuidando para adequar às necessidades da atividade exercida. Quem trabalha na frente do computador, por exemplo, precisa de luz menos intensa do que quem trabalha com papéis impressos.


4. Aproveite a luminosidade natural


Isso mesmo! O contato com a luz do sol é um estimulante natural, melhora o humor e regula nosso relógio biológico, criando um ambiente de trabalho com mais qualidade de vida. Estudos mostram que trabalhar em contato com a luz natural aumenta a qualidade e o tempo do sono durante a noite, tornando o dia mais ativo e feliz.


Além de reduzir a taxa de dor de cabeça entre os trabalhadores, a luz natural reduz o estresse e a sonolência, conforme mostrou um estudo realizado na Grã-Bretanha e publicado no “The Responsible Workplace”. Segundo o estudo, a iluminação natural é um fator determinante no nível de satisfação dos trabalhadores.


Conte com a tecnologia para ter sempre uma boa iluminação, mas se possível também aproveite janelas e posicione mesas para tirar o melhor proveito dos dias ensolarados, até mesmo de dentro do escritório! Uso de persianas, cortinas e telas solares também são nossos aliados para um melhor aproveitamento da luz natural.




5. Cuide do design


Por fim, cuide da estética! Apesar de funcional, a iluminação também deve favorecer a beleza do local de trabalho, pois quando as pessoas se sentem bem e acolhidas elas trabalham mais felizes e consequentemente produzem melhor. Alguns pontos de luz destacando a decoração e luminárias com design ajudam a desenvolver um ambiente mais bonito e receptivo.

Viu como é importante ter estratégia até mesmo na iluminação do seu trabalho? Fale com a gente!



#escritorioscorporativos #flaviakury #designinteriores

41 visualizações0 comentário